E-mailE-mail: bernadetepupo@hotmail.com SkypeSkype: bernadete.pupo1 MSNMSN: bernadetepupo@hotmail.com OrkutOrkut LinkedinLinkedin FacebookFacebook RSSRSS

"A melhor maneira de predizer o futuro é criá-lo."

Peter Drucker

Dicas

Elaborando o seu Currículo

Home >> Dicas >> Currículo >> Elaborando o seu Currículo

Currículo – Antes de iniciar a elaboração do seu CV leia a frase a seguir e reflita:

  1. O Currículo não é um documento biográfico, e sim mercadológico. É uma bula com informações bem escolhidas para mostrar aos contratantes qual é o seu perfil. (José Augusto Minarelli)

A importância do meu CV para o mercado de trabalho?

  1. O seu CV é a primeira imagem que a empresa terá de você. Portanto, ao parar para elaborá-lo, dedique um tempo especial a ele.
  2. Aproveite para fazer revisão de sua carreira (experiências e conhecimentos), refletindo sobre seus pontos fortes e fracos;
  3. Defina o seu objetivo profissional: área de atuação ou cargo que pretende se candidatar. Se você atuar na área financeira e quiser ingressar na área de Recursos Humanos, de nada adiantará mencionar seu desejo se você não fizer associação com a área de Recursos Humanos em alguma parte do seu CV. Se fez algum trabalho na escola, se está realizando curso tecnológico, faça introdução destacando as suas habilidades e o que motivou o seu desejo de ingressar na área.
  4. Existem algumas regras gerais que devem ser consideradas, mas cada currículo deve ser elaborado de acordo com as características de cada pessoa.
  5. Identifique-se com o estilo e as informações, pois o seu currículo deve ter a “sua cara”

Quais as formas de escrever um CV?

Há três modelos básicos: o currículo cronológico, o currículo funcional e o misto. Saiba quando usar cada um deles.

Cronológico: apresenta as experiências profissionais na ordem cronológica inversa (as mais recentes primeiro) e permite expressar os resultados que alcançou em cada emprego. É a mais apreciada pelos entrevistadores, porque propicia visão geral do crescimento na carreira. O currículo cronológico não favorece dois tipos específicos de profissionais -o profissional que troca de emprego com freqüência e os que mudaram de carreira.

Funcional: destaca funções e não os empregadores. É o melhor modelo para quem mudou de emprego com freqüência, teve outras carreiras ou experiências curtas pois permite que essas informações, que não ajudam a conseguir o cargo pretendido, sejam pouco enfatizadas. Só no final se apresenta a relação cronológica dos empregadores. O currículo funcional bem elaborado destacará a experiência do profissional.

Misto: Como o próprio nome diz, mescla-se as disposições funcionais e as datas. Associa a ordem cronológica inversa dos empregadores com os cargos, realçando a experiência. É o modelo mais forte e comunicativo de todos os modelos. É o mais adequado para quem teve uma carreira sólida e estável, e bastante experiência.

O que é preciso ter em mãos para iniciar a elaboração do meu CV?

  1. Relação das empresas e cargos onde atuou;
  2. Atividades desenvolvidas em cada uma;
  3. Realizações significativas (o que você conseguiu para a(s) empresa(s) ;de preferência com dados numéricos, concretos;
  4. Datas de entrada e saída das empresas.
  5. Relação dos cursos realizados, com nome da instituição e data

Quais informações devem conter no CV?

No cabeçalho:

  1. nome, endereço, e-mail e telefone – é sempre interessante inserir mais de um número de telefone, pois caso contrário corre-se o risco do selecionador não conseguir contato e desistir de chamá-lo.
  2. data de nascimento -é importante mencionar pois pode ser que a posição em aberto exija profissional mais maduro ou até mesmo mais jovem, e caso não esteja indicada a idade, seu CV poderá ser descartado.
  3. Estado civil – é importante destacar o estado civil, pois muitas vezes a vaga busca profissional casado, devido ao alto grau de responsabilidade, ou ainda, dá preferência a solteiros, pois a vaga exige constantes viagens ou até mesmo horário flexível.

Objetivo Profissional

Se você mencionar como objetivo: De acordo com a disponibilidade da empresa, na certa seu CV será descartado.

Sempre especifique o objetivo, a exemplo de: SECRETÁRIA BILINGUE ou ASSISTENTE FINANCEIRO ou AUXILIAR DE RECURSOS HUMANOS dentre outros, pois este é o ponto de partida do selecionador na busca do candidato.

SUMÁRIO

Se você for um profissional que tem mais experiência, faça um resumo das suas principais conquistas e resultados alcançados a exemplo de:

  1. xxx anos de experiência em gestão de pessoas, administração programas de treinamentos, avaliação de desempenho, …..,
  2. Vivência em sistema para auxiliar o recrutamento e seleção de pessoal…
  3. Durante esse tempo obtive resultados satisfatórios em relação a diminuição da rotatividade de pessoal……

Se você for um profissional que tem pouca experiência ou mesmo está ingressando no mercado de trabalho, faça pequeno resumo destacando as suas competências, ligadas à área em que está se candidatando, a exemplo de:

Vamos supor que você está se candidatando a vaga de Auxiliar de Recursos Humanos ou Estágio nessa área:

O texto inicial poderia ser dessa forma:

“Pelo fato de ter atuado como voluntária em uma Instituição ligada a Pastoral da Criança, tive a oportunidade de conhecer a importância de lidar com as pessoas, de exercitar a minha tolerância, do saber ouvir, do saber respeitar, fatores estes que reforçaram ainda mais o meu interesse em lidar com pessoas. É por este motivo que ingressei no curso de gestão de pessoas, focando o trabalho que me causa prazer”.

Caso você não tenha realizado trabalho nessa ordem, pode também mencionar trabalhos como conquista prática e teórica adquirida no meio acadêmico.

Formação acadêmica

É recomendável que se mencione a formação de 1º e 2º grau, somente quando forem realizadas em escola de renome.

Muitas organizações valorizam a formação escolar de primeira linha. Caso contrário, não há necessidade dessa informação.

Idiomas

Mencione o nível de conhecimento em outro idioma e informe oo nome da escola e o ano que cursou.

Informática

É interessante mencionar os sistemas que trabalha ou trabalhou, pois este pode ser um diferencial em relação a outros candidatos, porque o profissional já vem para a empresa treinado, principalmente os conhecidos ERP´s (sistemas integrados) a exemplo de: Datasul, RM Sistemas, SAP e outros.

Experiência profissional

Relacione as empresas disponibilizando os dados: do mais recente para o menos recente. Mencione a data de ingresso, de saída e o cargo.

Faça breve descrição das principais atividades desenvolvidas abaixo de cada empresa utilizando linguagem clara e objetiva. Para ajudar você na elaboração da descrição das atividades, sugiro utilizar das perguntas (o que, como e por que), para facilitar na redação quando for descrever as suas atividades.

Por exemplo: (O que) Analisar o desempenho individual da equipe, (Como) através de observação diária e de relatórios de desempenho, (Por que) para atender o padrão estipulado.

O texto corrido fica assim:

Analisar o desempenho individual da equipe, através de observação diária, de relatórios de desempenho, para atender o padrão estipulado.

Faça revisão ortográfica e deixe o seu CV com a aparência discreta.

Cursos

Relacione os cursos por ordem cronológica do mais recente pelo menos crescente. Procure mencionar os cursos que estão ligados com a sua área de atuação. Evite relacionar cursos de datilografia, máquina de xerox, os quais não agregarão valor ao seu currículo.

Ao final mencione outros dados que possam impactar ou que você acha que poderá ser fator classificatório entre os demais candidatos. Por ex: trabalhos voluntários; campeonatos que porventura participe; hobbie que possa demonstrar criatividade, espírito de equipe ou breve menção às viagens internacionais, dentre outros.

O trabalho Voluntário tem sido considerado diferencial para boa parte das empresas, portanto, exercite esta prática e agregue essa experiência em sua carreira.

Para quem enviar

Em resposta a anúncios ou indicações. Levantar dados sobre a empresa que tem interesse como: nomes dos executivos responsáveis pela área do seu interesse; redigir carta de apresentação no caso de empresas ou profissionais que já o conheçam. Tenha o cuidado de escrever uma carta pessoal explicando os motivos de sua procura por uma nova oportunidade. Se você ainda está empregado, procure fazer contatos pessoais ou por telefone, para garantir a receptividade e o sigilo. Por e-mail quando solicitado.

O que deve ser evitado:

• Capa;
• Números de documentos – nunca deve ser informado no CV uma vez que ele pode circular entre pessoas que podem utilizá-los para fins ilícitos.
• Formulários prontos – denota falta de cratividade e capricho.
• Informações desatualizadas ou incompletas – podem fazer você perder oportunidade de ser chamado.
• Linguagem desapropriada, confusa ou extremamente técnica – denota falta de objetividade. Esse é um fator desclassificatório.
• Cursos em excesso, ultrapassados ou fora do objetivo profissional;
• Cópias de certificados e diplomas – subentende-se que se você afirma que fez os cursos, eles são verídicos. Geralmente eles são pedidos quando da efetivação para constar no prontuário.
• Papel com cores fortes – quer chamar a atenção e pode passar a impressão que esse é o seu modo de ser.
• Muito negrito, tipos de letras, cores – mesma impressão do item anterior.
• Assinatura – lembre-se que você não está preenchendo um cheque, por isso não assine seu currículo. Quando você envia seu CV, subentende-se que você tem ciência das informações. Fotografia não deve ser enviada, a não ser que você esteja se candidatando a uma vaga de modelo. Você só deve enviar quando solicitado.
• Data – coloque o ano no lado direito inferior em fonte pequena. Se você colocar a data corre o risco de perder oportunidade de ser chamado por ser antigo.
• Outro idioma – o encaminhamento do CV em um segundo idioma só deverá ocorrer se for solicitado, caso contrário, não o envie.
• Parágrafos longos demais – Isso é o seu CV e não uma carta para o recrutador. Use no máximo duas linhas por parágrafos.
• Pretensão salarial – Não deve ser colocada sua pretensão e tão pouco os benefícios que deseja. Deixe este assunto para ser discutido no final da entrevista. Só o coloque quando solicitado.
• Referências pessoais profissionais – Indicar pessoas para falar do passado não é aconselhável. Geralmente as pessoas preferem ser avisadas com antecedência que receberão uma ligação. Portanto, só coloque dados quando for solicitado e avise as pessoas.
• Abreviações – Procure não utilizá-las, pois corre-se o risco do entrevistador não compreender determinadas palavras, prejudicando seu acesso à entrevista.

MITOS E VERDADES SOBRE O CURRICULUM VITAE (CV)

Um CV deve se destacar – CV não se destaca, você é quem se destaca dependendo da maneira como o utiliza. Suas ações falam mais alto que as palavras do seu CV. A não ser que você esteja procurando um emprego na área de artes, não precisa imprimir o CV em papel brilhante ou em cor fora do comum. As cores indicadas são o branco, marfim e gelo. Não se devem usar representações gráficas não convencionais.

Um CV deve ter um objetivo - mas um objetivo não impede que os revisores o qualifiquem para mais de uma posição. Quando modificado o objetivo, rever também o corpo do CV.

Ninguém lê CV – Não encaminhar “a quem possa interessar”. Personalize o processo, mesmo que use banco de currículo.

Quanto mais CV distribuídos melhor – Não. Já está confirmado de que “panfletar currículo” não garante o sucesso esperado. Agora que você já aprendeu a fazer o planejamento de sua carreira e já está na fase de traçar suas metas e objetivos, percebeu que sair atirando por todos os lados sem um rumo definido, não o levará a lugar algum e se o levar, terá que contar com a sorte.

Elaborar um bom CV faz com que o candidato consiga uma entrevista – Ele pode até conseguir uma entrevista, no entanto, nada substituirá suas ações e seu comportamento, mas lembre-se: Nunca elabore um currículo enganoso, com certeza você se dará mal durante a entrevista e se você for tão bom na comunicação e passar por essa fase, suas próprias ações no dia-a-dia, revelerão o lado enganoso.

O que é mais importante: um CV ou uma carta de apresentação? depende do caso. Se o cargo for de um executivo, com certeza a carta terá um peso alto. Mas, se um profissional menos experiente fizer uma carta, esta não contribuirá para torná-lo em destaque.

Serviços de elaboração de CV devem ser utilizados – Podem ser utilizados porém, saiba que esses serviços não são garantia de sucesso. Evite software de elaboração de CV. Escrever seu CV de forma personalizada já ajuda a preparação para a entrevista, pois faz você pensar na sua trajetória profissional e identificar pontos fortes e fracos.

Print FriendlyImprimir

 


Comente


Share
Gestão de Recursos Humanos - 2014 - © Todos os direitos reservados. Produzido por
Highslide for Wordpress Plugin